Prejuízos de 160 mil euros na Sociedade de Turismo

Município coloca participação nas Termas à venda por 1€

CALDAS DE S. JORGE “As Termas têm dado prejuízo e a Câmara não pode participar em Sociedades com mais de três anos consecutivos de resultados negativos”, explicou Emídio Sousa, relativamente à Sociedade de Turismo de Santa Maria da Feira, detentora das Termas de S. Jorge, nas Caldas de S. Jorge.

Os prejuízos começaram depois de, em 2011, o Estado ter deixado de comparticipar os tratamentos termais. “As Termas estão com a corda na garganta”, disse o presidente da Câmara. Mas há “uma luz ao fundo do túnel”: a decisão governamental de retoma da comparticipação. “Se isso acontecer, estou certo que as Termas voltarão a ter lucro”, afirmou. Ainda assim, a Autarquia teve de sair da Sociedade de forma a “ficar salvaguardada”.

Faça a sua assinatura e leia os artigos na integra