ESTATUTO EDITORIAL

1 – O Correio da Feira (CF) é um jornal centenário e assume-se na qualidade de órgão de informação de referência regional, generalista e plural na sua abrangência noticiosa, apresentando-se em suporte papel e em plataforma digital na defesa e promoção dos valores regionais, primacialmente os do universo Feirense.
2 – O CF assume e cumpre integralmente os objectivos presentes no espírito e na letra do Artigo 2º do Estatuto de Imprensa Regional e observa os ditames da Lei de Imprensa.
3 – O CF Defende, respeita e cultiva os direitos e deveres da liberdade de expressão, objectivando o direito dos Leitores a serem informados com isenção e rigor, enquadrando a sua actividade de informação em conformidade com a Constituição da República Portuguesa e no respeito da Declaração Universal dos Direitos do Homem.
4 – Numa perspectiva de transparência plena, o CF define claramente as diferenças entre matéria noticiosa, opinião, crónica, ficção, análise e informação de índole institucional e outros modos de intervenção editorial.
5 – O CF incentiva a prática das regras inscritas no Código Deontológico dos Jornalistas, assumindo independência crítica e noticiosa face a indivíduos e instituições, dentre as quais organizações corporativas, partidárias, religiosas e/ou institucionais, de quaisquer índoles.
6 – O CF não prescinde de exercer o legítimo direito de selecção e hierarquização de conteúdos editoriais, dentre os quais notícias, artigos de opinião e mensagens publicitárias.
7- O CF defende a igualdade de direitos e deveres no âmbito do respeito pleno pela cidadania, incentivando a participação dos cidadãos e das instituições em todos os aspectos da vivência democrática. Nesse sentido, disponibiliza permanentemente espaço editorial para os salutares debate, confronto e expressão de correntes de opinião, os quais devem obedecer a padrões de civismo e respeito, mesmo quando sejam evidenciadas divergências.
8 – O CF garante o direito à confidencialidade das fontes, sempre que, no estrito âmbito da Lei de Imprensa, tal lho seja solicitado.
9 – O CF não admite segregações social e/ou racista nem manifestações de intolerância, de quaisquer índoles.
10 – Correio da Feira defende a utilização primaz da Língua Portuguesa e admite e veicula expressão através das ortografias antiga e moderna, consoante a preferência dos jornalistas e/ou autores publicados.