Revisão da matéria dada

Orlando Macedo

avenidadasfogaceiras@gmail.com

 

Não há como fugir a isto… A escassas três semanas das eleições, a PAF vai ter de arranjar melhores argumentos. Nem o papão da gestão socialista, nem Sócrates nem o Syriza, revelaram ser argumentário consistente para renovar a maioria. Mal começou o ciclo de debates televisivos, entre os líderes partidários, parece ter-se esfumado a tão (de)cantada vantagem da coligação, nas projecções de intenções de voto.

Faça a sua assinatura e leia os artigos na integra