O BOM EXEMPLO DO «CORREIO DA FEIRA»

O «Correio da Feira» é uma referência incontornável da Imprensa Regional portuguesa. 120 anos de publicação ininterrupta como semanário. Um feito raro e por isso, também , prestigiante. Para quem o dirige, para os seus leitores e, sobretudo, para o concelho de Santa Maria da Feira.
Na Imprensa a longevidade é, de facto, uma referência. São jornais resistentes como o «Correio da Feira» que nos prestigiam a todos, enquanto responsáveis por Orgãos de Comunicação Social, como a voz dos que não têm voz, enquanto um dos pilares da Democracia e da Cidadania.
Mas, o «Correio da Feira» tem motivos para dupla comemoração. Chega à respeitável idade de 120 anos renovado, moderno, presente também nas Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação, na Internet, no Digital.
Paixão. Esta é a razão primeira da continuação e crescimento de exemplos como o «Correio da Feira». Das pessoas que o fazem todos os dias, das que asseguram a sua viabilidade económica e financeira, dos seus leitores e anunciantes, da Comunidade que servem como serviço público relevante. Paixão pela Missão de informar e formar, pelo jornal, pela terra que serve.
Exemplos como o «Correio da Feira» justificam o trabalho atento que a ANIR, única associação exclusivamente do sector, desenvolve, no sentido de buscar melhores soluções que façam viver e crescer os nossos jornais regionais e locais. Em tempos tão difíceis para todo o sector da Imprensa, os parabéns ao «Correio da Feira» e os votos de anos futuros de solidificação e crescimento são o que a ANIR melhor pode desejar a todos quantos asseguram que todas as semanas esteja nas bancas e em casa dos seus dedicados leitores.

 

EDUARDO COSTA,
Presidente da ANIR- Associação Nacional da Imprensa Regional