Em vez da constituição de uma Unidade Local de Saúde para o EDV

BE propõe investimento e proximidade nos cuidados de saúde

Em Agosto de 2016, o Governo constituiu um grupo de trabalho para analisar a criação de uma Unidade Local de Saúde do Entre Douro e Vouga. O estudo foi entregue no dia 30 de Novembro do ano passado e propunha a constituição de uma unidade que englobasse os hospitais de Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis, Ovar e S. João da Madeira, aos quais acresceriam ainda os centros de saúde destes concelhos e dos concelhos de Vale de Cambra e Arouca. A mega-estrutura – que passaria a abranger seis concelhos e cerca de 350 mil pessoas – estava, segundo o BE, “assente em pressupostos errados”. “Em vez de pensar na prestação de melhores cuidados de saúde e na proximidade desses cuidados à população, o estudo encomendado pelo Governo assentava mais na racionalização de meios e em pressupostos económico-financeiros”, aponta o partido, em comunicado.

Faça a sua assinatura e leia os artigos na integra