PORQUE ESTERILIZAR NO HOSPITAL VETERINARIO DAS TRAVESSAS

esterelizar

O que vai acontece com meu patudo quando eu quiser o esterilizar?
A cirurgia não consiste apenas no acto cirúrgico em si, mas num amplo envolvimento de toda a equipa médica e dos mais modernos meios de anestesia, dos equipamentos e de todo o protocolo médico em termos de medicação para garantir o bem-estar do paciente, anulando os riscos inerentes a qualquer procedimento anestésico.

Tal como na medicina humana, o paciente passa inicialmente por uma consulta de controlo e de anestesiologia com realização de análises e de exames complementares tendo em conta todas as características do paciente (idade, sexo, espécie, raça e historial clínico, entre outras).

Agenda-se então a cirurgia com indicação dos procedimentos e cuidados a ter antes e no próprio dia da intervenção, quando o animal é recebido no Hospital pelo Médico Veterinário que dará todas as indicações e esclarecimentos ao proprietário.

Aquando da entrada do paciente, este é prontamente sedado e colocado a fluidoterapia adequada, sendo encaminhado para a sala de preparação, onde é tosquiado e lhe é induzida a anestesia que passa a ser sempre monitorizada.

É depois transferido para a sala de operações sendo novamente ligado a todo o equipamento de anestesia, plusioxímetro, capnografia, pressão arterial, controlo de temperatura, ventilação assistida e controlo de fluidoterapia.

Durante a cirurgia, a equipa médica preocupa-se por uma cirurgia com as técnicas mais modernas com a vertente de causar o mínimo de trauma, dor e perda de sangue possíveis, utilizando material o mais inócuo possível.

Aquando do acordar, o paciente é encaminhado para o recobro onde tem sempre a vigilância, carinho, monitorização e atenção da equipa de enfermagem e pessoal auxiliar para o controlo pós cirúrgico, 24h por dia.

A alta só é dada quando se verifique a total recuperação do paciente. O Veterinário responsável pelo internamento dá nessa fase todos os conselhos, indicações e agenda com o dono a reavaliação posterior.

Deste modo sabemos que os nossos pacientes têm toda a atenção que merecem. O bem-estar, a segurança e saúde do nosso animal vêm em primeiro lugar.

A esterilização pode ser um procedimento simples e rotineiro, mas merece toda a atenção como fosse uma cirurgia mais complicada.

 

Dica da Enfermeira Sara

As ferias estão de novo á porta, os arrais e barraquinhas convidam á diversão.

Tenha cuidado com os seus patudinhos, foguetes que podem causar fugas, zonas calmas que nesta altura ficam mais movimentadas, carros, tudo factores de risco para os nossos animais que vem o seu espaço ser violado.  As reações deles podem não ser as normais e esperadas, espere o inesperado e previne se, existem nesta altura muitos casos de atropelamentos e fugas. Divirta se em segurança e seguro que os seus amigos estão bem. Boa semana