CHEDV reagiu a acusações

Médicos ‘tarefeiros’ abandonam CHEDV por “baixa do valor pago à hora”

Numa denúncia enviada à redacção do CF, expõe-se que depois do cumprimento, pela administração do CHEDV, do novo decreto-lei que permite baixar o valor pago à hora aos médicos prestadores de serviços (conhecidos como tarefeiros), um grupo significativo desses profissionais de saúde deixou de colaborar com o Centro Hospitalar.

 

“Há vários meses os médicos alertavam a administração que não aceitavam ser pagos por um valor inferior para desempenhar o mesmo serviço no mesmo local. Sentem que o valor pago até 31 de dezembro de 2017 é o mínimo digno para o trabalho desempenhado. Alertada em tempo, a Administração nunca se mostrou aberta a negociar junto da tutela, mesmo sabendo das graves consequências que iriam surgir”, lê-se.

Faça a sua assinatura e leia os artigos na integra